Rachel Sheherazade decepciona seguidores com ato imoral

0
284

Rachel Sheherazade decepcionou milhares de fãs com um ato repercutido como imoral e corporativista. Suas redes sociais estão recebendo diversas reclamações de pessoas que até bem pouco tempo atrás eram fãs da jornalista.

A apresentadora Rachel Sheherazade foi duramente criticada pelos seus próprios seguidores após defender William Waack em um post feito na madrugada desta sexta-feira (10).

Waack foi afastado do “Jornal da Globo” e do “Globo News Painel” após o vazamento de um vídeo em que ele aparece fazendo comentários racista.
Na ocasião, William se irritou com uma buzina quando estava prestes a entrar no ar em uma transmissão ao vivo de Washington, nos Estados Unidos, afirmando que a pessoa que provocou o barulho “é preto. É coisa de preto”, como diz nas imagens.
Para Sheherazade, que é âncora do “SBT Brasil”, o “hipocritamente correto” venceu mais uma vez. A apresentadora sustenta que Waack foi vítima da “armadilha de invejosos”.

Não Sheherazade! Não admitir que alguém classifique um ato de baderna com a racista expressão “é coisa de preto” não é ser “hipocritamente correto”. Nenhum ser humano pode ser considerado hipócrita por não tolerar o racismo. Isso não tem a ver com Direita nem Esquerda. Isso tem a ver com o Cristianismo. Não é coisa de preto fazer baderna. Vivemos em um país de maioria negra. Segundo o CENSO temos 53,6% de negros no Brasil. São pais e mães de família que acordam cedo para trabalhar e investem seus salários suados na educação e alimentação dos filhos.

Confira o que ela escreveu:
“O “hipocritamente correto” venceu mais uma vez. Feriu de morte o brilhante Paulo Francis, atropelou Boris Casoy, trapaceou Reinaldo Azevedo e agora condenou à execração pública William Waack. E o jornalismo brasileiro fica a poucos passos da total acefalia”

Seguidores criticaram de imediato o posicionamento de Sheherazade. “Poxa, não me lembro nunca de ter discordado de um comentário seu, seja na internet ou na tv. Mas agora você querendo defender o indefensável me deixou decepcionada”, escreveu uma usuária.

Sheherazade lançou a hastag #semWaacknãodá. Os internautas seguiram criticando a jornalista. Confira:

“Sou seu defensor, mas foi racismo sim! Só porque é colega de profissão que deixou de ser racismo? Apaga que dá tempo, Sheherazade”.

“Racismo é burrice, e defender racista é mais burrice ainda”.

“Nossa, nunca imaginei que você fosse defender esse ato vergonhoso desse senhor, te admirava muito, mas agora nem tanto”.

“Dá vergonha ver uma jornalista defender o RACISMO para proteger um colega de profissão. Depois quer criticar políticos que se protegem… Por estas e por outras Silvio Santos calou a sua boca no SBT”.

Comentários

Comentários