MBL tentará destruir Bolsonaro e Ciro Gomes nas redes sociais

0
557

O Movimento Brasil Livre (MBL), liderado pelo adolescente Kim Kataguiri, está com a missão de destruir a reputação política de Jair Bolsonaro e Ciro Gomes. Apesar de todos os esforços para fazer decolar a candidatura do tucano João Dória os resultados estão decepcionantes. Por isso, a missão agora é tentar esvaziar as candidaturas que ganham mais forças nas redes sociais.

Atualmente de cada 10 postagens do MBL 8 são para elogiar o prefeito João Dória. A página do Movimento Brasil Livre no Facebook  virou um espaço publicitário para as façanhas do pré-candidato que mais investe em publicidade online para tornar-se um nome conhecido nacionalmente.

O MBL acreditou que o impeachment da ex-presidente Dilma levaria automaticamente um tucano ao poder, mas foi surpreendido com a força de Bolsonaro em todas as classes sociais e em todo o país. Enquanto Dória conquista espaço entre os eleitores de maior poder aquisitivo na região sudeste, Bolsonaro mostra-se um fenômeno político em todo o país. Por esta razão a missão agora é fazer o máximo de postagens que tentem queimar o filme do presidenciável que é reconhecido pelo povo como um mito.

Nas pesquisas espontâneas (aquelas onde não se mostra questionário, o entrevistado precisa dizer de cabeça em quem quer votar) podemos notar a razão do desespero do MBL.

Lula 20,2

Bolsonaro 10,9

João Dória 2,4

O grupo que surgiu para defender um Brasil Livre da corrupção e das politicagens hoje se resume a uma espécie de agência publicitária para divulgar a candidatura de João Dória. Valem-se de suas curtidas no Facebook para espalhar notícias que beneficiem tucanos e ofenda Bolsonaro e quem mais possa ameaçar seus candidatos.

Ciro Gomes também é um dos alvos do MBL. Com seu jeitão estourado ele vem conquistando a atenção dos jovens cansados de políticos que passam gel no cabelo e maquiagem na cara de pau. Bem parecido com Bolsonaro na maneira de falar o que pensa, Ciro Gomes está crescendo na intenção de votos num ritmo que assusta Kim Kataguiri. Por isso a ordem no quartel do MBL é também queimar o filme de Ciro, que apelidou Kim de “Zé Bostinha”.

Os eleitores de Bolsonaro e Ciro Gomes que seguem as redes sociais do MBL estão patrocinando o assassinato de reputação de seus candidatos.



Comentários

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here