Marcos do Val pode ser o primeiro Senador ligado as forças militares

0
28113

Marcos do Val pode ser o primeiro Senador ligado as forças militares. O especialista em segurança e instrutor da SWAT há 18 anos dedica sua vida para o treinamento de policiais no Brasil e no mundo. Fez da defesa da honra das forças policiais e militares sua bandeira. Hoje com 4 milhões de seguidores no Facebook ele propaga conteúdos que promovem quem faz a diferença na proteção ao cidadão de bem.

Após ter anunciado o desejo de se candidatar ao Senado ele passou a ser vetado na imprensa capixaba. Até então ele era figurinha fácil em programas do jornalismo e do entretenimento, mas bastou o burburinho do nome dele surgir na cena política que ele os convites desapareceram. Também tentaram esconder o nome dele das pesquisas de intenção de votos. No entanto, nas redes sociais seu nome é o mais lembrado positivamente.

Todos os concorrentes ao Senado pelo Espírito Santo são raposas velhas da política. Dentre eles estão: Ricardo Ferraço e Rose de Freitas que estão há 36 anos na vida pública. Magno Malta se não for candidato a vice de Bolsonaro concorrerá ao Senado. Malta está na vida pública há 25 anos. Outro possível candidato é o governador do estado, Paulo Hartung. Ele também está na política há 25 anos.

Neste contexto Marcos do Val representa a renovação. É o único candidato ao Senado capixaba que nunca teve mandato político de nenhuma espécie. É o mais jovem dos concorrentes. Junto com Magno Malta são os únicos que não foram citados nas investigações da Operação Laja Jato.

Marcos do Val dentre outras bandeiras quer trazer ao brasileiro o Direito de se defender. Ele trará a trona o conceito de rede de proteção. Hoje os bandidos se armaram e intimidam a população no seu Direito de ir e vir. A questão do porte de arma será um dos temas que serão lançados em sua atividade parlamentar.

O capixaba tem a possibilidade de colocar sangue novo na política ou continuar pagando o salário dos políticos que estão há décadas sem mudar a realidade do povo. Esperamos que o Brasil conte com um senador de tamanha coragem e competência.

Comentários

Comentários