Juízes vão receber bolsa de R$ 7 mil por mês pra bancar a escola dos filhos

0
351

Juízes vão receber bolsa de R$ 7 mil por mês pra bancar a escola dos filhos. Mais um absurdo com o dinheiro público. Ainda querem R$ 20 mil para fazer cursos. Por isso que falta dinheiro pra pagar os aposentados que ganham salário mínimo.

A presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro enviou para a Assembleia Legislativa um projeto para conceder auxílio-educação para os filhos de juízes e servidores do Tribunal. Para os magistrados, o auxílio mensal seria de até R$7.250,00 e para os servidores de até R$3.000,00.

A proposta ainda prevê R$ 20 mil por ano aos juízes para investirem em estudo. Os servidores receberiam mais R$ 500. O auxílio-educação postulado pode chegar a R$9 mil, se passarem os novos vencimentos dos ministros do Supremo (para R$ 35 mil). A Associação dos Juízes ainda quer mais R$ 1.100 como auxílio-transporte.

Antes das eleições todas essas propostas (nitidamente indecorosas) não serão votadas (porque os deputados estaduais estão em campanha). “A Justiça parece que não entendeu o recado das ruas, no ano passado, com as manifestações que caracterizaram falta de representatividade. Nenhum professor do estado ganha o que os magistrados querem de auxílio-educação”, criticou o deputado estadual Marcelo Freixo, do Psol.

No ano passado os deputados já aprovaram o auxílio-moradia para magistrados e membros do Ministério Público sem questionamentos. Atualmente, os valores giram em torno de R$ 5 mil.

Auxílio Alimentação/Valor em R$ do Benefício por Tribunal:

Amapá – 2.894,00

Espírito Santo – 1.925,01

Rio de Janeiro -1.825,00

Amazonas – 1.582,35

Santa Catarina – 1.460,00

Mato Grosso do Sul – 1.447,38

Acre – 1.447,00

Piauí – 1.440,00

Roraima – 1.424,34

Rio Grande do Norte -1.400,00

Alagoas -1.306,26

Paraíba – 1.200,00

Tocantins – 1.200,00

Pará – 1.150,00

Ceará – 1.103,83

Pernambuco – 1.068,00

Rondônia -1.100,00

Bahia – 1.000,00

Goiás -1.000,00

Mato Grosso -1.000,00

Sergipe – 1.000,00

Rio Grande do Sul – 884,00

Distrito Federal – 884,00

Minas Gerais – 884,00

Paraná – 884,00

Maranhão – 726,00

São Paulo – 540,00

Fonte: Tribunais de Justiça

 

 

Comentários

Comentários