Filho de Raul Seixas surpreende com música melhor que o pai

14
7476

Um filho não-reconhecido de Raul Seixas lançou sua carreira artística com uma música que se equipara as melhores canções do maluco beleza. O refrão é altamente impactante: “Foi te dando as estrelas que meu mundo caiu. Tô morando com Freud numa caixa de Rivotril”.

Sandro Augusto da Paixão Nogueira, mais conhecido como Sandrera, é tido como um filho não reconhecido de Raul Seixas. Tanto na aparência física quanto na sonoridade é evidente o DNA de Raul. Na cancão em que lança a carreira Sandrera surpreende com uma letra extremamente madura e irônica, alguns críticos de musica avaliam que ele superou a obra do pai.

Conheça em primeira mão a música do filho não-reconhecido de Raul Seixas.

Tá Freud, Baia

Ninguém me viu engasgando a seco

O bagaço da laranja mecânica

Só queria que inventassem pro meu coração

Uma injeção antitetânica

Tô lavando os pratos, que na pia deixou nosso amor

Não me avisou no contrato sobre dor

Foi te dando as estrelas que meu mundo caiu

Hoje eu moro com Freud numa caixa de rivotril

Foi te dando as estrelas que meu mundo caiu

Tô morando com Freud numa caixa de rivotril

Me pediu em casamento com sua língua gringa

Que no final tinha um tal de mon amour

Mas hoje meu coração apertou a tecla sap

Meu Deus eu me fu fu

Até que a morte os separe, mas me deixou sozinho

Em nosso barquinho a afundar

Me manda ao menos um colete

É que sem vocês eu não nadar

Foi te dando as estrelas que meu mundo caiu

Hoje eu moro com Freud numa caixa de rivotril

Foi te dando as estrelas que meu mundo caiu

Tô morando com Freud numa caixa de rivotril

Freud me contava suas neuras, amores e mágoas

Quando de repente, ei psiu

Era o meu cumpadre Ded que também estava dentro da caixa

Pensei puta que pariu É que o amor nos roubou, e ninguém gritou pega ladrão

Assinamos um BO Mas nos prenderam em vossas mãos

Foi te dando as estrelas que meu mundo caiu

Hoje eu moro com Freud numa caixa de rivotril

Foi te dando as estrelas que meu mundo caiu

Tô morando com Freud numa caixa de rivotril

Comentários

Comentários

14 COMENTÁRIOS

  1. Música melhor que as do Raul?
    Ta de zoeira? Nem se compara com Raul. Nem de longe..
    Isso daí é poesia padrão. .Raul não era poeta, .era filoso.

  2. Superou a qualidade da obra do pai? Acho que o comentarista surtou. Letra ridícula… “Si fufu… Freud…”. Aiai…

  3. Com todo o respeito ao maluco aí, cuja música não é ruim, o que tenho a dizer como fã e seguidor de Raul Seixas é que Raul Seixas possui uma obra extensa, tanto de qualidade musical inquestionável, como filosoficamente muito densa; e aos críticos que avaliaram prematuramente este trabalho como superior ao de Raul, digo, já nem com tanto respeito assim, que simplesmente não conhecem a obra de Raul Seixas. Mais respeito ao Pai do Rock, e parabéns ao artista, independente de ser filho de Raul ou não.

  4. Pode vir a ser um grande compositor, tem DNA positivo, mais ultrapassar o maluco beleza, jamais. Essa letra não chega nem perto das grandes composições de Raul. Quem postou essa matéria vá a PQP.

  5. Sonzera! Mas perai, já superou as obras do pai? Vcs devem estar de brincadeira em reproduzir uma frase dessas. Pode ser (e até torço) que ele supere o pai. Mas, se isso acontecer, vai levar bons e intensos anos.

Comments are closed.