Estuprador consegue guarda compartilhada do filho da vítima

0
157

Estuprador agraciado pela Justiça – Cristóvão Mendes Rocha foi preso duas vezes por estupro de menores. E agora um juiz lhe concedeu o direito de ter a guarda compartilhada do filho nascido de sua primeira vítima de estupro.

Trata-se de um caso extraordinário e juridicamente intrincado. O menino em questão tem 8 anos de idade. Há um teste de DNA que comprova ser Cristóvão o seu pai biológico. O juiz não só definiu que o criminoso pode visitá-lo, como também lhe deu o endereço da mãe, que mora hoje em dia em Fortaleza, e determinou, sem o consentimento dela, que o nome do estuprador seja registrado na certidão de nascimento do menino.

O crime ocorreu em setembro de 2008, quando a vítima tinha 12 anos de idade. O estuprador, que tinha 18 anos, manteve a então menina sob seu poder por dois dias. No mês seguinte, foi preso e condenado a apenas 6 anos de prisão depois de ter tido bom comportamento na detenção, foi solto  1 ano e 6 meses mais tarde, para cuidar de sua mãe doente.

Cristóvão voltou a atacar sexualmente uma outra menor, de 14 anos, mas o caso ainda está em julgamento e ele segue livre e trabalhando como professor em uma Escola Pública de São Paulo.

Comentários

Comentários