Demissão por homofobia de funcionário público no Acre

0
61

Uma foto incentivando o preconceito sexual e a homofobia, postada por um servidor do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no Acre fez o órgão se manifestasse, na tarde desta segunda-feira (9). Em nota, o IBGE repudiou a conduta do servidor e disse que iria verificar a situação para tomar as medidas cabíveis.

Na postagem, o servidor usou a foto de um bastão de beisebol com arame farpado, parecido com a “Lucille”, arma utilizada por Negan, vilão da série The Walking Dead. Na descrição, ele escreveu: “a cura gay existe”.

A foto foi publicada em um grupo fechado do Facebook. Mas, acabou repercutindo na internet. O G1 entrou em contato com o servidor, autor da postagem, mas ele não respondeu.

 

Pelas redes sociais é possível notar que o servidor é evangélico, da denominação Assembléia de Deus, é casado e pai de três filhas e também é militante do pré-candidato a presidência Jair Bolsonaro.

Veja a nota completa do IBGE:

 

Recebemos denúncias sobre um post homofóbico e de incitação à violência que teria sido publicado no Facebook por um servidor do IBGE.

A instituição repudia fortemente este tipo de conduta e informa que já está verificando a situação para tomar as medidas cabíveis.

Agradecemos as mensagens que nos alertaram sobre esse comportamento inaceitável.

Depois de 12 anos servindo ao poder público este cidadão perde o emprego por um delito criminal em rede social. Cuidado com o que você posta, comenta ou compartilha.

Comentários

Comentários